bot ouca radio2

banner dengue

Itabuna registrou em 2018 dez óbitos por HIV

De acordo com o Centro de Referência em Prevenção, Assistência e Tratamento (CERPAT), entidade que realiza um serviço de fundamental importância para a prevenção e o tratamento de pacientes portadores de HIV, ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e Hepatites Virais, Itabuna registrou até o momento neste ano de 2018 dez mortes por HIV. Já em 2017 foram confirmados 23 óbitos, totalizando nos últimos dois anos 33 mortes pelo vírus HIV.

Itabuna_registrou_em_2018_dez_óbitos_por_HIV_Foto_Waldir_Gomes.jpg


Os dados foram confirmados pela coordenadora do Cerpat, a enfermeira Fabrícia Moura Costa, que ainda explica: “fazendo um comparativo dos últimos dois anos, tivemos um saldo positivo, pois houve uma redução no número de mortes em Itabuna”. E completa ressaltando que em todas as cidades que são atendidas pelo Cerpat (22 municípios pactuados), foram registrados 15 óbitos neste ano de 2018.


Visando fazer a detecção precoce em um número cada vez maior de pessoas, a coordenadora do Cerpat explica que várias ações de conscientização/prevenção, além de exames são realizados constantemente, principalmente nas pessoas que integram os grupos de risco. “Como resultado, o Cerpat vem acompanhando cerca de 3.000 pessoas em tratamento”.
Desses pacientes, de acordo com Fabrícia Costa, 1.791 estão em tratamento do HIV, 200 pacientes de HTLV, 600 com Hepatites B e C. “Além disso, temos cerca de 200 crianças expostas a esses tipos de doenças por conta das mães, que também recebem tratamento no Cerpat”.

O Cerpat
O atendimento é feito por meio de demanda espontânea e demanda referenciada para pacientes de Itabuna e região. São cerca de 15 profissionais, entre eles, médicos (patologistas, infectologistas, clínico geral, pediatra), farmacêuticos, enfermeiros, técnicos em laboratório, psicólogos e assistentes sociais, de segunda a sexta-feira, das 07 às 17 horas, sem fechar para o almoço, na avenida Amélia Amado, centro de Itabuna.


Um programa de fundamental importância que é realizado no CERPAT, de acordo com Fabrícia Costa é o PEPI (Programa de Profilaxia Pós-Exposição). Ele é voltado exclusivamente para pessoas que sofreram violência sexual ou contaminação biológica seja de modo acidental ou não. “Também massificamos nossas campanhas de promoção e prevenção através das Rondas Noturnas que realizamos semanalmente nos pontos de vulnerabilidade”, finaliza.

________________________________
Prefeitura de Itabuna
Secretaria de Governo - Diretoria de Comunicação Social